A Brasil Sul Linhas Rodoviárias comemora o seu 20º aniversário neste 3 de janeiro. A empresa iniciou as suas atividades em 2004, em um pequeno imóvel na Vila Nova, região central de Londrina, com uma equipe de 80 colaboradores e uma frota de 32 ônibus, sob o comando de José Boiko e Estefano Boiko Junior que já possuíam expertise no segmento de transporte rodoviário de passageiros.

Empresa incorporou outras companhias em sua história de duas décadas e projeta um longo caminho de conquistas

Ônibus rodoviário Brasil Sul: modernidade e expansão
Ônibus rodoviário Brasil Sul: modernidade e expansão

A Brasil Sul Linhas Rodoviárias comemora o seu 20º aniversário neste 3 de janeiro. A empresa iniciou as suas atividades em 2004, em um pequeno imóvel na Vila Nova, região central de Londrina, com uma equipe de 80 colaboradores e uma frota de 32 ônibus, sob o comando de José Boiko e Estefano Boiko Junior que já possuíam expertise no segmento de transporte rodoviário de passageiros.

No nome, a nova empresa já anunciava o seu mercado alvo: os Estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e também São Paulo. A sede em Londrina foi uma escolha logística, já que o município é ponto de convergência entre as linhas que compõem a área de atuação da empresa. 

A Brasil Sul já nasceu moderna. Inovou no layout dos ônibus, que se destacavam nas rodoviárias e estradas pelo design arrojado, configuração e decoração interna. O uniforme dos motoristas apresentava um padrão diferente do que se costumava ver à época. A empresa também antecipava que tecnologia seria um dos seus pontos fortes: foi a primeira operadora do País a oferecer, em 2005, wi-fi aos passageiros.

A estratégia do Grupo sempre foi crescer por meio de aquisições de outras companhias.  Em apenas cinco anos a empresa se expandiu com a aquisição da companhia Francovig, que operava 16% do transporte urbano em Londrina. Nascia assim a Londrisul, que hoje responde por 35% do serviço no município, com uma frota de 134 ônibus.

Salto

Em fevereiro de 2014 a Brasil Sul deu um grande passo ao adquirir a tradicional Viação Garcia, juntamente com as outras duas empresas do grupo (Princesa do Ivaí e Viação Ouro Branco). Nascia então o Grupo GBS – Garcia/Brasil Sul – com a preocupação da direção em manter a “personalidade” de suas duas principais empresas: a força da tradição da Viação Garcia, com 80 anos de história à época da aquisição, e a modernidade e busca constante por inovação da Brasil Sul. 

Crescer e inovar são marcas do grupo. Em 2023, mais uma empresa se juntou ao GBS: a catarinense Santo Anjo da Guarda. A transação confirma a estratégia da Viação Garcia/Brasil Sul de reforçar as operações em áreas onde já atua. A Santo Anjo sempre teve forte sinergia com a Brasil Sul, com linhas em comum e outras que passaram a ser operadas em conjunto a partir da união, afirma o vice-presidente Estefano Boiko Junior. 

Hoje, a Viação Garcia/Brasil Sul reúne cinco empresas e está entre as maiores do setor de transporte rodoviário de passageiros do País, com atuação em sete estados brasileiros: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais. Transporta em média 23 milhões de passageiros ao ano.

Dos 80 colaboradores que iniciaram a jornada da Brasil Sul, em 2004, hoje aproximadamente 2.400 funcionários integram o quadro de pessoal de todo o grupo. A frota de 32 ônibus se modernizou ano a ano: atualmente, são cerca de 800 veículos que rodam quase sete milhões de quilômetros ao mês. 

Modernidade

A empresa utiliza a mais nova geração de ônibus da encarroçadora Marcopolo, o modelo G8, que oferece segurança, conforto e bem-estar aos passageiros, além de incorporar tecnologia e requisitos de sustentabilidade. Oferece comodidades do serviço cabine cama, poltronas de couro com massageadores que se transformam em verdadeiras camas com 180º de reclinação, kit conforto com travesseiros e mantas com o padrão da rede de hotéis Bourbon, plataforma de entretenimento on demand, wi-fi, água mineral e petiscos a bordo. Dispõe de salas vip, “Espaço Mulher” (para as passageiras viajarem ao lado de outra mulher), compra online de passagens e check in digital, entre outras inovações. 

Os serviços também incorporam tecnologia de ponta, com grande leque de canais para a compra de passagens, além de aceitar desde 2018 moedas digitais como meio de pagamento, funcionalidades pioneiras da empresa no mercado rodoviário.  Parcerias como a firmada com o programa de recompensas Livelo permitem ao cliente adquirir passagens utilizando pontos acumulados na rede e também converter o valor investido para compras futuras.

Em 2023, o grupo fez a maior compra de ônibus de sua história, com a aquisição de 148 ônibus. Foram investidos cerca de R$ 200 milhões. Os novos veículos, sob o conceito Euro 6, atendem as normas do setor para a redução de emissão de poluentes dentro do que preconiza a agenda ESG (Environmental, Social and Governance). “Temos foco voltado para os aspectos social, ambiental e de governança”, afirma o vice-presidente Estefano Boiko Junior. “A nova frota é formada pelo que há de mais avançado no segmento em termos de desempenho, design, conforto, tecnologia e sustentabilidade”, completa.

Desde 2014, quando a Viação Garcia foi adquirida pela Brasil Sul, o grupo renovou a sua frota com 894 ônibus. “Os investimentos em novos veículos aproximam-se da casa de um bilhão de reais”, calcula o presidente José Boiko. A grande sensação está em um modelo que será apresentado ao público nas próximas semanas: o primeiro ônibus rodoviário elétrico com a marca Brasil Sul, que inaugura uma nova etapa nessa trajetória de inovação contínua.

A empresa acaba de adotar o avançado sistema de software Protheus, da TOTVs, um sistema de ERP (Enterprise Resource Planning) que permite acesso fácil, integrado e confiável aos dados da organização. Essa tecnologia auxilia na gestão dos processos internos, integrando as atividades de setores como vendas, finanças, estoques, controladoria e diversas áreas administrativas. 

Neste ano especial – em que a Brasil Sul celebra duas décadas de existência e a Garcia completa a marca histórica de 90 anos – a inauguração da nova sede do grupo será um dos pontos altos. A edificação está em obras na zona leste de Londrina com 100 mil m² de terreno e 30 mil m² de área construída. O valor investido é superior a R$ 60 milhões.

Sobre a Viação Garcia/Brasil Sul – Com sede em Londrina/PR, o Grupo formado pela Viação Garcia, Brasil Sul, Princesa do Ivaí, Santo Anjo e LondriSul atua no setor de transporte rodoviário de passageiros com destinos para Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais. A atividade principal é o transporte rodoviário intermunicipal e interestadual de passageiros, mas também realiza operações nos segmentos de fretamento para indústrias, turismo, transporte de encomendas rápidas, transporte urbano e metropolitano de passageiros e revenda de ônibus seminovos. 

Endereço: Avenida Celso Garcia Cid, 1.100 – Londrina – Paraná – Telefone: (43) 3373-5252 – SAC 08006427700. Para deficientes auditivos: 0800 642 7700 –  www.viacaogarcia.com.br – www.brasilsul.com.br

Ruth Costa Meira
Viação Garcia/Brasil Sul – Assessoria de imprensa
e-mail: ruth-meira@uol.com.br e ruthmeira01@gmail.com
Telefone e whatsapp: (43) 99102 0611
Londrina – PR 

Categories:

Tags:

Fepasc: tiktok.com/@fepasc_oficial