Em Curitiba, temos vários lugares, atrações e a parte cultural é rica em diversidade. Entre as tantas opções, a capital paranaense tem várias vinícolas para passear, degustação de vinhos, queijos e outros produtos, além da experiência de vivenciar a produção e comercialização dos mesmos.

Enoturismo, o turismo feito por vinícolas. E em Curitiba tem várias para você conhecer e aprender um pouco mais sobre os vinhos fabricados na região.

Em Curitiba, temos vários lugares, atrações e a parte cultural é rica em diversidade. Entre as tantas opções, a capital paranaense tem várias vinícolas para passear, degustação de vinhos, queijos e outros produtos, além da experiência de vivenciar a produção e comercialização dos mesmos.

Compartilhe: bit.ly/EnoturismoSul

No bairro de Santa Felicidade, tradicionalmente conhecido pelos restaurantes, é onde estão as mais famosas vinícolas de Curitiba e região oferecendo um passeio pelo parreiral e fábrica de vinhos. Sem agendamento prévio, basta ir visitar e sinalizar que quer conhecer a vinícola.

São várias vinícolas na capital paranaense, entre elas: a Fábrica de Vinhos Durigan, Vinícola Franco Italiano, Vinícola Gasparin, Vinícola Família Fardo, Vinícola Cave Colinas de Pedra, entre outras também bastante conhecidas dos curitibanos.

Siga a Fepasc! Clique aqui!

Nos roteiros dentro das vinícolas, você pode passear pelos parreirais, sentindo o aroma peculiar das uvas, degustando as frutas e vendo como funciona a produção de uvas para a fabricação dos vinhos.
Em algumas vinícolas, a parte cultural vai além dos vinhos, na Vinícola Família Fardo, tem até um museu que conta a trajetória dos ascendentes da Família Fardo, que vieram da região do Vêneto, no Norte da Itália, chegaram na região de Farroupilha, no Rio Grande do Sul, e em seguida vieram para Curitiba. O formato do museu é uma pipa, construído em madeira de grápia, canafíscola e anjico. A pipa onde está o museu chama atenção logo na entrada da vinícola. As peças do acervo fizeram parte do dia a dia da família nas últimas décadas. Entre os objetos que você vai encontrar lá, estão: um rádio antigo, moedor de uvas, máquina de costura de 1940, móveis de 1920 e muitas fotografias da família.

Em Araucária tem uma vinícola que une espaço e tecnologia na elaboração de vinhos finos, fica cerca de 40 quilômetros de Curitiba, e é pioneira na região em unir vinhedo e vinícola no mesmo local. As linhas de espumantes e de vinhos brancos e tintos são elaboradas a partir de sete variedades de uvas europeias. Os vinhos Angustifólia Merlot e Angustifólia Chardonnay foram premiados na Grande Prova de Vinhos do Brasil com as medalhas de ouro e prata, respectivamente. A vinícola está aberta para visitação e oferece um passeio guiado, no qual é possível conhecer a região e aprender todas as partes do processo de elaboração do vinho. E ainda é um polo de enoturismo com trilhas para caminhadas, e você vai poder saborear a culinária campestre no Restaurante Gralha Azul.

Outra vinícola que é uma atração à parte é a Cave Colinas de Pedra, o lugar proporciona sensações e emoções inesquecíveis, a visita começa com a Rafaelle, filho do proprietário contando um pouco da história do local. O ambiente te convida a fazer uma caminhada e é necessário descer as escadas para chegar na entrada do túnel e pegar um trenzinho elétrico que leva até a cave, no meio do túnel, o mesmo era por onde antigamente passavam os trens. Lindo e inesquecível!

A Cave Colinas de Pedra faz a guarda, maturação e processo finais do vinho espumante, pelo método de elaboração Champenoise, que compreende a rémuage, degorgement, adição do licor de expedição, rolha, gaiola e rotulagem. A primeira fase de elaboração do espumante é feito pela tradicional Vinícola brasileira Cave Geisse, em Pinho Bandeira, Rio grande do Sul. Toda a administração fica por conta da família de Ari Portugal, dono da Cave Colinas de Pedra.

E uma das mais conhecidas é a Vinícola Franco Italiano, que fica na região de Colombo, pertinho de Curitiba, e conta com um Espaço Gastronômico Franco Italiano. É um ponto turístico do Circuito Italiano da região e uma excelente opção de passeio para toda a família. A história da Vinícola Franco Italiano teve origem no ano de 1878, quando imigrantes chegaram à região de Colombo. Foi nesse período que a Família Rausis, vindos da França, e a Família Ceccon, vinda da Itália, chegaram à região, trazendo consigo a tradição do cultivo dos vinhedos e da produção do vinho em suas casas.

O casamento de Ivonne Ceccon e Dirceu Rausis, trouxe a esperança e o sonho de cultivar vinhedos para a elaboração de vinhos. E assim nasceu a Vinícola Franco Italiano. A inovação para melhorar ainda mais a produção dos vinhos, veio com os conhecimentos que trouxeram da França, para elaborar espumantes pelo método champeonoise, e também de outros estilos de vinhos finos, para a diversificação da linha dos vinhos da vinícola. Assim tornou-se pioneira na região Metropolitana de Curitiba e na fabricação de espumantes. Hoje em dia é reconhecida mundialmente pela qualidade dos seus vinhos, já tendo recebido vários prêmios internacionais. E na Vinícola Franco Italiano você pode aproveitar uma visita com mini curso e degustação dos vinhos e outros sabores que a vinícola oferece!

Aproveite e divirta-se com essa cultura tão rica e preciosa! Viaje para Curitiba com segurança: viaje de ônibus.

Categories:

Siga a Fepasc em todas as redes sociais: linktr.ee/fepasc